sexta-feira, 6 de setembro de 2013

CULTURAS AFRICANAS: HISTÓRIA DE MARROCOS



Os berbéres chegaram a Marrocos há cerca de 3000 anos atrás.

Em 685 a.C. os exércitos árabes invadem o Norte de África introduzindo o Islão e o árabe.

Em 711 os muçulmanos marroquinos invadem o território Ibérico.

Em 788 berbéres e árabes unificam-se para um estado marroquino independente.

Em meados do século 11, os Almorávidas conquistam Marrocos construindo assim um império muçulmano.

A dinastia Almóadas sucedeu aos Almorávidas.

A presente dinastia real chama-se Alauita e entrou no poder em 1660.

O nome vem de Alaouite Ali, o fundador da dinastia Moulay Ali Cherif que se tornou sultão de Tafilalt em 1631.

Em 1912 Marrocos é inserido como protectorado francês e espanhol em algumas partes do território.

Abd al-Krim começou a revolta contra a presença europeia em território marroquino nos anos 1921 até 1926.

Em 1956 Marrocos ganha independência total do território excepto nas cidades autónomas de Ceuta e Melilla.

Em 1957 Marrocos tornou-se numa monarquia constitucional.

O Sultão Sidi Mohammed mudou então o seu título para Rei Mohammed V.

Em 1961 o filho de Mohammed V, Hassan II tornou-se o rei de Marrocos.

Em 1979 Marrocos assume o controlo do Saara Ocidental refazendo então assim o antigo mapa do reino de Marrocos já criado por dinastias anteriores.

Em 1999 o rei Hassan II morre e o seu filho Mohammed VI torna-se então o novo rei de Marrocos.

O nome de todas as dinastias marroquinas são: Idríssidas, Almorávidas, Almóadas, Merínidas, Oatácidas‎, Saadianos‎ e Casa de Alaoui.

Os berbéres chegaram a Marrocos há cerca de 3000 anos atrás. Em 685 a.C. os exércitos árabes invadem o Norte de África introduzindo o Islão e o árabe.
Em 711 os muçulmanos marroquinos invadem o território Ibérico.
Em 788 berbéres e árabes unificam-se para um estado marroquino independente.
Em meados do século 11, os Almorávidas conquistam Marrocos construindo assim um império muçulmano.
A dinastia Almóadas sucedeu aos Almorávidas.
A presente dinastia real chama-se Alauita e entrou no poder em 1660.
O nome vem de Alaouite Ali, o fundador da dinastia Moulay Ali Cherif que se tornou sultão de Tafilalt em 1631.
Em 1912 Marrocos é inserido como protectorado francês e espanhol em algumas partes do território.
Abd al-Krim começou a revolta contra a presença europeia em território marroquino nos anos 1921 até 1926.
Em 1956 Marrocos ganha independência total do território excepto nas cidades autónomas de Ceuta e Melilla.
- See more at: http://www.marrocos.com/historia/historia-marrocos/#sthash.KAohCnae.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário